terça-feira, 15 de novembro de 2016

O que fazer quando um barbante é curto demais?

Eu postei uma vez aqui uma frase que eu gosto muito:
"Quando uma corda se rompe, se da um nó e as pontas ficam mais próximas que antes." 
Mas hoje, depois de uma briga, me surgiu a pergunta no título desse post. O que fazer quando o barbante é curto demais? Quando não se tem mais linha pra dar nó? O que fazer quando as duas metades estão tão desgastadas, se sentindo pequenas e sem confiança uma na outra? Se alguém souber como reaproximar essas pontas, favor me contar, porque meu desejo é que essa linha ainda dê muito pano pra manga.

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Sobre esperar dos outros a coragem que não temos

 

   Já leu algum livro em que a protagonista gosta do mocinho, mas não tem coragem de falar? A autora até escreve os pensamentos dela, o que ela queria realmente colocar pra fora e mesmo assim, quando ela diz algo, não é o que queria. E você, caro leitor, fica amargurado! Porque você chega a fechar o livro e dar socos no ar pela angustia dela não contar a verdade do que sente, porque no seu ponto de vista, tudo seria muito mais fácil, eles se amariam pra sempre logo.. Lembrando que essa frustração aumenta quando a autora faz uma versão do mocinho e nas cenas tudo o que ele quer que ela diga era justamente o que ela tava pensando.. Ele tava esperando isso..
   Bem, eu percebi que tanto em livros como em séries, eu fico surtando querendo que ela fale logo os sentimentos, querendo que ela exponha e faça logo aquilo que eu não tenho coragem de fazer na vida real. Aposto que você também não tem. Eu acho que essa vontade vem do fato de precisar que alguém te inspire, e eu me pergunto o porque disso. Porque quando é com a gente nós também escondemos o que sentimos? É medo ou na esperança de que aconteça algo parecido com os livros e filmes?  Onde os personagens notam, nos pequenos detalhes, que se amam e então em uma cena ficam muito próximos e rola o beijo, e então claro, nada mais precisa ser dito, pq aquele beijo ja mostrou tudo o que nas outras conversas foi escondido. Mas quando sonhamos com isso ja pensamos que é raro na vida real, então porque também não contamos a verdade, quando esconder não leva a nada?
Quisera eu, um dia, ter a coragem que eu espero dos outros.                      
   Coragem pra dizer "sim, eu queria que você ficasse feliz, mesmo sendo estranho, mesmo sendo prematuro eu dizer isso, mesmo que pareça estar brincando com seus sentimentos, eu realmente queria, só por querer, só por falar a verdade do que sinto no momento"                      
   Queria saber diferenciar o medo que nos faz perder oportunidades e o medo que nos protege.. Porque no fim, não temos receio dos nossos sentimentos, mas sim da reação de quem gostamos quando eles são expostos ://