quarta-feira, 17 de agosto de 2011

True Mate

A Lany costuma dizer que ser gêmea é ser bem mais que melhor amiga, porque ser chamada de gêmea é como se fossemos irmãs. E nós somos. <3
Quando eu penso no meu relacionamento com o meu irmão, a gente é muito bipolar =P
Ele SEMPRE me irrita, sempre me faz chorar, me provoca, me coloca pra baixo...
Mas por outro lado, ele sempre me ajuda. Pra você ver: Tinha vezes em que minha mãe pegava a gente quase se matando e vinha com o chinelo pra nos bater... E mesmo que a dois segundo nós estivéssemos brigando, nós saíamos correndo juntos e ele até me ajuda a subir na árvore pra se esconder dela :xx sim, eu fazia isso pra não apanhar quando criança Por mais chato que meu irmão seja, ele quem me ensinou a dançar, a fazer contas de matemática, karate... Era sempre com ele que eu brincava nos dias de chuva. Enfim.
Eu só disse tudo isso porque eu acho que é você quem merece mais do que todas, o título de gêmea. Porque você foi a que desde sempre, se mostrou como uma verdadeira irmã pra mim.
Eu já fiz planos pra te expulsarem de canais, já falei mal de você várias vezes -assim como vc falou de mim, nem vem u.u-, nós já nos xingamos, nos provocamos e muito mais.
Mas no final, a gente sempre se amou. vc me ama né?
Você já me aguentou chorando, já me fez chorar de tanto rir, levantou meu astral, já fez MUITOOOOOOOS planos malignos comigo e assim vai <3
E acho que até hoje, se alguém chegar pra algumas amigas minhas e falar de você, elas não vão com a sua cara... Eu me sinto culpada por isso =/ Mas eu queria que você soubesse que você sempre significou muito pra mim eu sempre te falo isso quando voltamos de uma briga e queria que todo mundo soubesse que você nunca foi, nem será a garota hipócrita que um dia eu disse que você é. E ai de quem falar mal de você na minha frente! U____________________U

Eu te amo minha gêmea caçulinha <3333333


 EU TE AMO AMANDA <3 
Eu te amo. Mesmo negando. Mesmo deixando você ir. Mesmo não te pedindo pra ficar. Mesmo não olhando mais nos teus olhos. Mesmo não ouvindo a tua voz. Mesmo não fazendo mais parte dos teus dias. Mesmo estando longe, eu te amo. E amo mesmo. Mesmo não sabendo amar.


Caio F. Abreu

domingo, 14 de agosto de 2011

'Eu posso estar seguindo em frente, 
deixando nosso passado para trás
Mas eu levo comigo o melhor de você.'

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

The Hunger Games



Peeta suspira. “Bem, tem essa garota. Eu tenho uma queda por ela desde que consigo me lembrar. Mas tenho bastante certeza de que ela nem mesmo sabia que eu estava vivo até a colheita.”
Sons de simpatia da multidão. Eles encontram ligação com amor platônico.
“Ela tem outro cara?” pergunta Caesar.
“Eu não sei, mas muitos outros garotos gostam dela,” diz Peeta.
“Então, faça o seguinte. Ganhe, volte para casa. Ela não pode te recusar então, hein?” diz Caesar encorajadoramente.
“Eu não acho que vai funcionar. Ganhar... não vai ajudar no meu caso,” diz Peeta.
“Por que não?” diz Caesar, perplexo.
Peeta cora um tom de beterraba e gagueja. “Porque... porque... ela veio aqui comigo.”

~~~~~

Só digo que MORRI!!!!!!!!!!!! AAAAAAAAAAHHHHHHHHHH QUE COISA MAIS FOFA *00000000000000000000000000000000000000000000000*

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

"Quantas vezes você já foi dormir pensando que podia ter falado algo diferente ou feito alguma coisa pra aquele momento ter sido diferente, pra ter sido melhor."

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Um conto de fadas (ou quase isso)

Tudo começou como em um conto de fadas.

Ele era o príncipe, ela a princesa.
Ela o olhou e logo se apaixonou, simples assim.
Talvez, se não fosse a melhor amiga dela te-la obrigado falar, ela nunca realmente se abriria.
Mas de uma forma ou de outra, aconteceu.

Não digo que no inicio tudo era um mar de rosas, porque na verdade não era. Sempre houve dragões e bruxas más. Sempre houve brigas. Mas eles superavam.

Havia momentos bons, momentos ruins, momentos muito bons e assim eles iam vivendo.
Após um tempo as coisas mudaram, os momentos bons passaram a virar lembranças e os ruins, rotina. Muito embora ela não quisesse admitir. 
Mas, mais uma vez, mesmo com esses altos e baixos, eles continuaram unidos. 
Em meio a tantas idas e vindas, choros e risos, brigas e abraços, a amizade entre eles foi se desgastando cada vez mais. Hoje, ela nem sabe se ela ainda existe. 
Mas de qualquer forma, um lado dela continua cheio de esperança de que eles ainda terão um final feliz. Porque, mesmo que ela diga a seus amigos o contrário, ela ainda espera que ele venha buscá-la em seu cavalo branco. 

O final? Eu mesma não sei. 
A princesa Aurora, por exemplo, esperou muito tempo até ser despertada por seu príncipe. E quem garante que era ele que ela esperava? A história não conta que vários tentaram? 

O fim da minha história eu realmente não sei. Talvez ela ainda esteja bem no começo. 
A princesa ainda espera por seu príncipe. Mas quem garante que ela não vai tropeçar em um sapo ao longo de seu jardim?! 

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

”Acorde, garota! Você é linda, inteligente, tem um ótimo perfume 
seus olhos brilham mais que um punhado de purpurina. Por que chora? Perdeu em alguma esquina seu encanto?  Ninguém pode tirar de você seu mais belo sorriso, motivo de idas e vindas saltitantes.  Coloque sua música favorita para tocar, respire fundo e faça o que de melhor sabe fazer: 
ser você.
  (Caio Fernando Abreu)