terça-feira, 31 de maio de 2011

Quando você simplesmente não vê motivos para continuar. Você acha que já foi ferida o bastante, e se surpreende ao saber que ainda restam lágrimas a chorar.

sábado, 21 de maio de 2011

Agora não tem mais volta, eu já me apeguei...
Só não achei que terminaria assim. *pausa pra virar a ampulheta *-* *
Você disse que seria diferente. Eu tosca acreditei. E aqui estamos nós ;D
ou melhor, eu. Você já ta em outra |:
Nós concordamos em ser só amigos, mas cadê você?
Achei que amigo mais do que qualquer coisa, fosse aquele que está sempre com você.
Mas quando você chega, bem... É como se você me ignorasse |:
Eu não sei se é realmente isso, ou se você é muito ocupado, mas é como eu me sinto =/
Embora mesmo assim eu continue me preocupando com você quando você chega tarde, continue sorrindo igual a uma retardada toda vez que você diz algo no twitter, continue com a sua aba aberta no msn, mesmo quando você não está e mais que isso... Todos os dias eu releio nosso histórico, fico olhando os prints onde você está com aquele seu pijama verde *coisa mais fofa *000* * os sem camisa então.. :x *melhor não comentar*
Enfim, eu só queria que você me dizesse o que houve pra chegarmos a esse ponto... E se há algo que eu possa fazer pra voltar a ser o que era antes =/ Se é que isso é possível |:

Eu sinto sua falta meu menininho sz

quinta-feira, 19 de maio de 2011


Dói cada vez que eu olho pro lado.
Dói ver o jeito que ele olha pra ela.
Dói ver que ele não sente minha falta, mesmo depois de 'tudo' o que aconteceu. Eu me abri, eu sempre fui eu mesma, e ele?! Quem é ele afinal?! Porque ele já não é o garoto fofo que eu conheci. O garoto meigo que me deixava deitar em seu colo, o garoto que ficava passando a mão no meu cabelo enquanto eu procurava forma nas nuvens. Hoje ele é isso: Só um garoto.
 Toda vez que ele sorri, droga! Aquilo me quebra.
O sorriso dele é tão sincero, tão relaxado. Quando ele sorri, é como se ele estivesse em completa paz. Ele tem covinha */me sorri de canto* tudo o que eu sempre quis.
 Todos podem estar gritando, mas quando ele da risada, é tudo o que eu escuto.
 Eu prometo, toda vez que nosso olhar se encontra, eu sinto o maior arrepio do mundo!
E isso me irrita.
 Eu não queria sentir isso, eu não queria sentir nada pra falar a verdade. Mas eu sinto. Eu sinto saudade dele, do jeito que ele me tratava antes de tudo isso acontecer, eu ainda sinto o toque dele e o pior de tudo, eu ainda sinto o perfume daquela maldita blusa, que por tantas vezes eu usei. A blusa que hoje, fica com outra.
Eu sei que estou sendo muito tosca em me sentir assim, já que ele não merece e nem liga. Mas eu só não consigo fingir que ele não está ali, que nada aconteceu. Não consigo deixar de procurar por ele, todos os dias quando eu entro na sala. Eu só não consigo deixar de me importar.

"O que espera que eu diga? Que tudo bem? Que não dói? Que está bem resolvido? Não está tudo bem. Dói. Não está bem resolvido."
"Eu queria ainda poder te chamar de Amigo, eu daria qualquer coisa por isso."

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Meu querido travesseiro, me desculpe por todas as lágrimas que venho derramando sobre você, e obrigada por ser o meu companheiro de todas as horas.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

sábado, 7 de maio de 2011

Eu vou gostando, eu vou cuidando, eu vou desculpando, eu vou superando, eu vou compreendendo, eu vou relevando, eu vou… e continuo indo, assim, desse jeito, sem virar páginas, sem colocar pontos. E vou dando muito de mim, e aceitando o pouquinho que os outros tem para me dar. - Caio Fernando Abreu

Encontrei uma musica que fala exatamente o que eu pensei...

Não quero mais ficar pensando em você
Eu tenho muito medo, medo de sofrer
Você me olha de um jeito que eu passo mal

Tô viajando a horas em sua fotografia
A noite tá passando amanhecendo o dia
Por isso estou dizendo isso não vai rolar

Tô te lembrando tanto você nem imagina
Já comecei a te escrever em meus versos e rimas
Por isso eu tô caindo fora antes de apaixonar

Se eu me entregar eu vou chorar depois
Há muito tempo eu não me apego a um novo amor

O envolvimento vem com o tempo
E o tempo pode machucar

Se eu me entregar eu vou morrer de amor
Eu me imagino te perdendo amanhã ou depois
Sei muito bem o quanto dói um amor forte acabar
É melhor pra nós dois





Mas no fim, eu estava enganada... 

segunda-feira, 2 de maio de 2011

"Tenho medo de, dia após dia, cada vez mais não estar no que você vê."