segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Alguém


Alguém, pelo amor de Deus, me diga como lidar com esse tipo de coisa. Vocês sabem o que eu quero dizer. Aquela sensação horrorosa de não ser mais capaz de aguentar ser decepcionada por aqueles em que a gente mais confiava. Aquela sensação de não querer mais acreditar em ninguém. Porque todos mentem. Todos vêm e vão embora. E alguns não vem. E você passa a noite inteira esperando por alguém que nunca vai chegar. E checa o celular pela milésima vez. Mas não há mensagens. Não há chamadas perdidas. Não há nada. Nada. E você é obrigada a acreditar que esperou por nada esse tempo todo. Que chutaram o balde e não perceberam que o balde era a única coisa a qual você se agarrava.

Alguém, pelo amor de Deus, me diga: Porque todos são assim? Porque eu simplesmente não entendo. Não entendo como eles fazem isso tão facilmente sem nem hesitar. Parte de mim também queria ser assim. Não se importar, não dar a mínima para os sentimento dos outros. Mas a outra parte, a que perdoa tudo e todos, ah... essa parte me segura e sussurra: você não pode ser igual aos outros, porque ser iguais a eles significa nunca, jamais, se importar, e esse é o seu problema - você se importa demais. E é verdade. Não sei como algumas pessoas conseguem ligar o "foda-se" e sair por aí quebrando corações e destruindo promessas como se essas coisas não significassem nada.

Alguém, por favor, faça essa onda de decepção ir embora. Não posso mais acreditar em ninguém. Não quero mais acreditar em ninguém. "Porque no fundo eu sei que a realidade que eu sonhava afundou num copo de cachaça e virou utopia", que nem Caio diria. Rezo para que todas essas decepções congelem de vez tudo dentro de mim, que me tornem mais fria e mais coração de pedra. Para que, num futuro próximo, eu não seja a garota que tenha que escrever sobre isso over and over again.

Alguém, por favor, faça com que isso pare.

Alguém, por favor, faça com que eu siga as regras sobre as quais tanto escrevo. Nunca se apegar. Nunca falar sobre sentimentos. Nunca se importar.

Alguém?


.



Aparento estar forte, mas adormeci chorando. Ajo como se nada estivesse errado, mas talvez só sou muito boa em mentir. Eu não sei bem o que ou porque, mas tem algomachucando em mim. Eu me sinto enjoada. Meu estômago dá voltas, o dia todo. Em dias assim a vontade é de ficar em casa em minha cama, sozinha. Fazendo nada... Acontece que no fim do dia eu percebo que nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que eu trago dentro de mim. E acabo desapontando quem mais amo, simplesmente por querer fingir que estou bem.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

.

Eu não sei por onde começar... Alias, eu não sei o que dizer e se quer o porque de estar aqui, mas né... Talvez escrever me ajude, mais uma vez, a desabafar...
A verdade é que eu sinto sua falta até hoje. E o mundo vai me julgar por isso, mas eu sinto.
Eu sinto falta de ser sua amiga. Mas uma amiga real, não aquela com quem você brinca o tempo todo...
Eu sinto falta de quando você me contava como estava, e as coisas do seu dia.. Quando dividia musicas comigo.
Você lembra de quando brincávamos de hamster? ou de cachorro?... Eu acho que não.. Creio que você excluiu todas essas memórias quando todo aquele rolo aconteceu.. Mas eu ainda me lembro. Eu ainda tenho os prints.
Mais que tudo, eu sinto falta de ser sua melhor amiga.
Você lembra de quando você foi meu papai noel? Lembra das vezes que tocou pra mim? Eu lembro.
Mas em horas como agora, eu daria tudo pra esquecer.
Pra falar a verdade, eu queria que esse tempo voltasse, mas como não dá, eu queria que essas lembranças fossem embora. Queria que essa saudade sua fosse embora.
Como eu disse, o mundo me julga por isso... Mas eu não me importo, porque eu simplesmente sinto...
Talvez eu esteja errada em no mínimo não lutar contra isso, mas essa é outra coisa com que não me importo..
A verdade é que por mais fdp que você seja :x, eu sempre vou gostar de você... E talvez eu esteja só me iludindo mais uma vez, mas eu duvido que você também não goste de mim... Que não sinta falta dos velhos tempos... Enfim, nada disso faz diferença, mas eu queria que as pessoas soubessem.. Que você soubesse.. que eu sou uma retardada que não sabe seguir em frente e adora quebrar a cara mais e mais Que eu sinto a sua falta...

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Sempre que eu viajo, eu acho que a melhor parte é ir pra casa, mesmo que eu esteja me divertindo muito... Porque sabe né, casa é casa :P 
Mas pela primeira vez, eu queria ficar. Eu queria morar la. Ver ela todo dia.
Semana passada eu vi minha gêmea, a Lany.. Alguém que converso desde 2009, mas nunca tinha visto... Eu nem sei porque estou chorando se foi tao bom... Tao perfeito.  Nós não brincamos, não rimos até chorar, nem nada parecido... Mas foi taaaaaaaaao bom ve-la. Tão perfeito. ~sei que ja disse isso~ 
Sabe o que é esperar dois anos pra passar 3 horas com alguém? E o pior de tudo... Não saber quando será a próxima vez que você vai sentir o abraço dela... Abraço que você sabe que se tivesse todo dia, te tornaria uma pessoa mais forte.. Porque ele iria te aquecer, proteger e dar forças. 
Por outro lado, acho que se eu morasse perto dela, nossa amizade não seria tão forte quanto é hoje... De qualquer forma... Foram as melhores 3 horas que eu poderia ter.

Eu sei que é clichê falar assim, mas eu nao mudar ia absolutamente nada. No máximo iria acordar mais cedo  e aproveitar aquela meia hora ~ou foi uma?~ de atraso que eu tive... Mas fora isso, eu nao mudaria nenhum segundo... e.e Ok, mudaria. Eu teria feito nosso abraço durar mais, também. Pqp.

Sabe, quando eu paro pra pensar, a ficha ainda não caiu de que eu realmente vi ela... Porque ela é exatamente como eu pensei que seria, age na vida real exatamente como age na net... Então pra mim, é como se ela sempre estivesse aqui.  :$

Gêmea, obrigada por ter feito arranjos pra me ver, mesmo que só por 3 horinhas... Obrigada por ser a melhorar a miga do mundo. E por ser a dona do melhor abraço do universo. 

"Eu amo você. Sempre. Pra sempre. Mesmo quando estivermos brigadas, mesmo quando nao nos falamos... Em cada dia, em cada pensamento"
No fim, são aqueles que você menos espera que te deem a mão, os que mais te ajudam a levantar... E aqueles que você pensava que não te deixariam cair, são os que te empurram pra baixo... Mas talvez seja isso mesmo, as pessoas que você mais gosta SEMPRE vão ser as que mais te magooam, você só tem que se acostumar com isso...

domingo, 1 de janeiro de 2012

.

Bem vindo 2012! Tenho certeza que você será muito MELHOR que 2011...Espero que durante a sua existência eu possa encontrar coisas capazes de me fazer cada vez mais FELIZ! Irei abraçar todas as oportunidades que eu puder obter, destruir todos os obstáculos que estiver em meu caminho, conhecer coisas novas e conservar aqueles que são insubstituíveis - FELIZ ANO NOVO À TODOS e que apesar das dificuldades que sem dúvida irão aparecer, possamos estar  
prontos para fazer mais um ano VALER A PENA \o/ ♥






André Felippe